sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Porque Palhaços também choram!




E quem diria... Os palhaços também choram, por debaixo da maquiagem há o que não se pode esconder e nem tampouco disfarçar. E assim nesses últimos dias aprendi a lição mais valiosa... Por detrás da máscara há o que se quer revelar! Como os palhaços que esquecidos ficam a lamentar... Sua história, papel e lugar.


No último domingo vivenciamos um dia eleição. Nessa mobilização nacional muita coisa pôde ser vista e avaliada. Agora caminhamos para um segundo turno para presidente e podemos ainda eleger a primeira mulher para o cargo mais importante do Brasil (isso não é campanha Pró Dilma é apenas observação neutra). Há muita carta na manga e ainda está em nossas mãos a definição política do nosso país.

Ruas sujas e um sentimento político enfraquecido foi o que se observou nesses últimos dias. Os olhos cansaram por tanta informação desnecessária e promessas flutuantes e vazias. Diria que foi um humor negro e nesses minutos de fama, ouvimos descrentes tantas promessas mentirosas e que traduziam apenas a leviandade para com a população.


E nesse cenário caótico me deparo com a eleição do Tiririca. Seria isso uma piada sem graça ou  desespero de um povo que acaba rindo para não chorar? Nessas ironias da vida o Tiririca se tornou o deputado federal mais votado no Brasil. Não bastasse o humor na política ganhamos também esportistas duvidosos, como o Romário e me questiono qual é a tática? Ele vai atacar ou ficar na banheira de Brasília como sempre fez nos tempos de futebol? Só o tempo dirá...


E no país onde “heróis duvidosos” são aclamados  e acabam por se tornar representantes legais, não se pode aceitar que a brincadeira de o tom da situação vivida. Temos de avaliar mais o nosso papel e que questionar que contribuições demos e temos dado para esse panorama político. É triste perceber que no Supremo Tribunal não haja consenso quanto a “ficha limpa”, mas em contrapartida o mesmo tribunal libera a obrigatoriedade do título eleitoral, algo que não se explica – cabe ao eleitor compreender a moral da piada,  pois justificar o humor não é humor é drama. E com essas paródias inusitadas questiona-se até onde vai a impunibilidade? Até quando rirão de nós? Até quando nos farão de tolos? Penso que por muito tempo... Pois há ainda um grande número de analfabetos, semianalfabetos e analfabetos funcionais, que servem como trampolim improvisado para lançar  malabaristas públicos que teimam sempre na improvisação da mágica mais voraz –  fazer desaparecer recursos financeiros públicos.

Por fim ainda negligenciamos a educação no Brasil. Em nenhum  momento se afirmou os 10% da educação. E nesse mundo de surpresas a maior revelação: o sério que virou palhaço, e assim o tal Plínio tinha razão... Não que tivesse as melhores idéias ou perspectivas de uma eleição, mas de maneira simples e direta, apontou na ferida do Brasil – educação. E nem Dilma e tampouco Serra assumiram o problema e agora o que fazer? Penso que agora é observar a continuação do espetáculo, o que é difícil, pois enquanto os palhaços continuarem chorando, não terá graça as piadas da vida política no Brasil.


E quem são os palhaços que choram?

Os palhaços que choram são os que cumprem o papel de bode social. Aqueles que marginalizados alimentam votos de aproveitadores, aqueles que são obrigados a servir em busca de bolsas discutíveis e que às vezes nem se percebem como sujeitos. São os alienados, ridicularizados – os que não tem voz. Esses são os palhaços que choram... E enquanto não educarmos o povo de maneira justa e eficaz, estes continuarão coadjuvantes da vida.


Texto: Rockson Costa Pessoa
Imagem: http://osfragmentosecomplementos.blogspot.com/

18 comentários:

Kellen disse...

Fantástico!
Amei este post. Suas palavras expressaram muito bem o sentimento que tive nestas eleições.
Bj grande

Carol Morais disse...

Porque, além de tudo somos humanos. Apenas os poetas são fingidores. Os palhaços são humanos mascarados.

Teresa Cristina disse...

Oi Rockson, grande reflexão. Eu estou bem desanimada com as eleições. A minha leitura para a eleição do Tiririca é a seguinte: Já que nos fazem de palhaços, vamos colocar um palhaço junto deles. É muito triste, mas é assim... sem esperança com a política brasileira. Bjus e saudade d'ocê trem!

Eraldo Paulino disse...

Teu texto inspira um enormedebate,mas,até mesmo pelo grau de densidade que dedicaste aqui, acredito que basta aqui tecer osdevidos elogios que já estará não só de bom tamanho como também justo.

Otimo texto! Coerente e cativante!

Abs!

Heat disse...

Os dias estao corridos, quero voltar pra ler com calma, mas pelo o que eu li, está otimo.

estrela disse...

Amigo, maravilhoso!!!
Expressou todo um sentimento que vai no pensamento de cada um!!1
Parabéns, ótimo seu blog!!
A cada dia uma novis..hehehe
Beijos

Lia Araújo disse...

Parabéns, querido!

Seu texto é coerente e coeso.

Depois dessas eleições eu me desiludi com a política e eu não poderia ter feito isso... será minha profissão... eu acho...
E eu sempre tive fé na democracia!

Sinceramente qualquer um dos dois que ganhar ( Dilma ou Serra) quem perde é o Brasil!

bjos

Rodrigo Passos disse...

otimo texto!

Rodrigo Passos disse...

otimo texto!

Ana Cecília disse...

Prefiro os palhaços tristes aos políticos "alegres". Não ofenda a classe dos circeses, please. rs

Ana SS disse...

ótimo.

Crônicas do Cotidiano disse...

Olá Kellen,

O sentimento e todos nós!
Bjkss

Oi Carol Morais,

Concordo contigo guria!
Bjkss

Oi Teresa,

Fala minha grande amiga... E tens razão sobre o palhacismo hein! Bjkss e saudade de você também guriaa!!
Bjkss

Fala Amigo Paulino,

Abraço meu nobre e bom tê-lo novamente!

Oi Heat,

tudo bem minha querida... Te espero aee! Bjkss

Olá Estrela!

Muito obrigado - fico muito honrado!
Bjkss

Oi Lia!

É triste hoje, mas podemos mudar cobrando e vigiando de perto nossos políticos!
Bjks e bom vÊ-la novamente!

Olá Rodrigo!

É bom tê-lo novamente aqui amigo!
Abraço

Oi Ana Cecília,

Heheh... Ok; ok!
Bjksss


Oi Ana,

Bjkss minha querida1

Luna Sanchez disse...

Oi, guri! Saudades de ti! =)

As pessoas viram nele uma possibilidade (errada, idiota, ineficaz) de protesto com esse bordão "Pior do que tá não fica".

Os anti-heróis têm um apelo forte, sempre foi assim.

Luna Sanchez disse...

Opa, esqueci de deixar beijo, tô meio tartaruga hoje...rs

Beeeeeeeeijo, ótimo feriado!

ℓυηα

Liis Sixx disse...

Nunca entendi os palhaços,
que graça teria se finjir de idiota só para alegrar os outros? e pra variar ninguém vai fazer isso por você... e o seu "dever" é parecer alegre mesmo quando, por dentro, se está morto. Não faz sentido ser um palhaço.

Mas palhaço é o adjetivo que mais define o povo brasileiro. (e não o tiririca, que seria a platéia)...

Como sempre, o texto tá perfeito.

Abraços

Cláudia disse...

Passando para retribui a visita e dizer que sempre, desde pequena (nova) eu chorava quando via palhaços. Sempre achei triste o olhar de um palhaço. eles choram sorrindo para às crianças alegrar!
E não concordo que os poetas são fingidores, eu sou e escrevo o que sinto, se eu fingisse, não escreveria.
Ah, quanto a não ter sobrinhas, nem filhas, não tines amigas? rsrsrs
Beijos
Cláu

Suedivaldo disse...

Oi.. Tudo bem?
Que bacana esse seu blog, muito interessante estou lendo vários textos aqui. Esse mesmo ta incrível. Parabéns pelo Blog e pelos Textos.
Vou continua acompanhando seus textos, pois já tou seguindo já. Segue o meu lá também, tem um trabalho bem bacana.

http://galeriadephotoos.blogspot.com/

Saudações, Abraço!

Suedivaldo

Crônicas do Cotidiano disse...

Olá amiga Luna!

Interessante tua visão de anti -herói! Obrigado pelo beijooo tartaruguinha! E bom FIND pra você também guria!

Oi Liss,

Bah guria nunca tinha pensado sobre isso... Mas penso que é uma forma de caricaturar a alegria, sei lá - otimizar sentimentos. Mas você não é a primeira que não curte palhaços.
Bom te ver novamente e bjkss


Oi Clau!

Pois é... Você e a Liss começam a engrossar a estátistica ;ODEIO PALHAÇOS! Rs...
Bah amigos(as)vamos tendo sim - processo contínuo e eterno!
P.S: Você já entrou na lista!Rs
Bjkss e seja sempre bem vinda!

Oi SueDivaldo

Prazer ter você aqui e sinta-se em casa! O espaço é seu.
Já te sigo com muita honra!
Abraço