sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Algo


Um sentimento imenso
Um olhar virolento
Um pensar mais que louco
Um vagar pesaroso

Um agir incoerente
Um amar displicente
Um sentir camuflado
Um chegar amarrotado

Um toque envolvente
Um sentir mais que quente
Um beijo enamorado
Um estar apaixonado

Um frigir mero ternura
Um buscar em pausa nua
Um viver admirado
Um pulsar enfeitiçado

Um caminhar acompanhado
Um estar de braços dados
Um sorrir desavergonhado
Um amor e fim de papo.

Um comentário:

Crônicas do Cotidiano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.