terça-feira, 20 de julho de 2010

Lobos, monstros e realidade (My tops)


Ao passo dos acontecimentos que vejo, imagino que as coisas nos chegam aos olhos de maneira distorcida! Ou será que distorcida ficou a sociedade? Nunca fomos tão provados acerca de nossas verdades. Nossos valores têm sido questionados com fogo, e a regra é não acreditar em tudo que se escuta – não esmorecer.

Tudo que aprendemos a respeitar e tudo que tínhamos como certo, parece mudar... Fomos levianos? Ou a libertinagem já grita pelas esquinas com a nossa singela aprovação? As coisas têm mudado drasticamente... O mundo observa mudanças no clima e escutam notícias aterradoras no rádio, enquanto esperamos pelas ruas alagadas... Observamos atônitos, um “disque pedofilia” e me questiono quando haverá o "disque impunidade"? Creio que se existesse tal serviço de denúncia, teríamos milhões de brasileiros trabalhando em telemarketing. Com isso poderia usar aquela frase: "Há males que vem para o bem".

Vivemos uma nova revolução de idéias e parece que deixamos de ter uma certa personalidade. Não ditamos mais a moda, somos ditados por ela e hoje é mais fácil pintar o cabelo e usar um penteado moderno, do que refletir sobre nosso tempo. Pensar ficar fútil demais! Daqui a pouco irão lançar um livro: Você pode pensar - Acredite se quiser! Corremos atrás de disco voadores, aprendemos a admirar astros instantâneos e a lua onde fica? A lua permanece como o velho utópico sonho infantil de conquista, mas sinto que já estamos à beira de sermos conquistados. A lua é apenas um mero marco da conquista de ontem... O que a humanidade busca conquistar hoje?

Quando pequeno, ouvia histórias que eram contadas aos pequenos... Me lembro de que com estas primeiras histórias pude alçar os primeiros vôos da imaginação. Mas hoje as coisas são diferentes, hoje os vôos são fretados por drogas e muitos pequenos pássaros insistem em morrer na saída dos ninhos. Estórias... Contos e lendas de uma época em que os maus eram punidos e que os heróis tinham um final feliz... Hoje os lobos matam e não há lenhadores para socorrer, afinal eles estão em greve em algum sindicato da florestolândia... Ou estão sendo fichados no IBAMA por desmatarem área protegida por Lei.

O que direi aos meus filhos?

O que direi quando perguntarem se o lobo mau existe? Quando me questionarem se há monstros no armário? Como dizer que não há lobos quando vejo na TV políticos sendo absolvidos, mesmo com as provas na cueca? Como dizer que não há "conto de fadas", quando ignoramos a impunidade cotidiana? Sinceramente só posso dizer que as coisas existem...Só posso achar em meio aos meus devaneios, uma resposta às notícias que constantemente vejo na porta, mas será que isso realmente importa? Afinal podemos ligar para um reality show e pedir inconsciente que um herói sem rosto nos salve de nossas mazelas existenciais, ou quem sabe ele nos faça esquecer o mundo tenebroso que fica na esquina...

Nem tudo está perdido...

Tempos atrás, os assassinos da pequena chapeuzinho vermelho foram condenados, um casal de lobos alados. E outros lobos estão sendo encerrados em jaulas, mas como ter paz quando os lobos de terno italiano teimam em uivar na porta de casa? Como ter paz quando os monstros do meu imaginário acabam por nascer nas páginas dos noticiários? É como dizia a velha história... É melhor seguir pela estrada correta e não enveredar pelos atalhos que a vida nos oferece! Pois os lobos sempre haverão de existir, tanto no nosso velho e esquecido baú imaginário da infância de outrora, quanto na triste realidade de nossa sociedade moderna.

23 comentários:

gabyshiffer disse...

Vim lhe desejar uma linda tarde!
E como hoje é dia do amigo...
Deixo uma mensagem especial pra você!

Amigo é um Anjo que está sempre ao nosso lado mesmo que na distância.
É aquele que compartilha nossasalegrias e minimiza nossas tristezas.
É aquele que se cala nas horas certas e dentro desse silêncio nos diz tudo...
É aquele que nos aceita, não pelo que temos mas pelo que somos!
Amigo verdadeiro é Anjo, é Paz, é Tudo.

Obrigada pelo seu carinho
Obrigada pela sua amizade...

Feliz dia do Amigo!
Beijos na alma!

Crônicas do Cotidiano disse...

Oi Gaby,

Grato pela mensagem!
Bjaumm

Juliana. disse...

Você estava correto no comentário, ela se entregou ao amor, mas a quem não dera valor,o preço da dúvida foi caro demais e ela teve que urgente partir para não mais se ferir..
Pelo seu texto refere-se ao monstro que se tornou a realidade,valores invertidos, sentimentos colocados a prova e como ter paz em um mundo assim de uma tal sociedade moderna sem valor e caráter!
Um abraço
Juliana

Salete Cattae disse...

Meu pai sempre dizia a frase "Aonde esse mundo vai parar?"
Sempre achei que isso era coisa de gente velha, mas últimamente tenho notado justamente o que trata seu texto e concluí que as coisas andam mesmo fora do prumo!

Ronaldo disse...

Obrigado por passar em meu blog, comentar e seguir.

vim retribuir e estou seguindo não por retribuição mas por ver que seu blog é bom

parabens

abs

Andréa Silveira disse...

Oi! Vim agradecer a visita!

Eu estou com mais frequencia por aqui: http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

Abraços!

Ana SS disse...

Triste sociedade morna...
É...
Ainda bem que têm lobos no mundo. Já pensou que chato seria se eles não existissem?
Que fique claro, que me refiro aos lobos que puxam o tapete, que não ligam no dia seguinte, que roubam moedas da mãe. Não de lobos que matam crianças na escola com "balas perdidas"!
Agradecida por suas visitas e belas contribuições ao Significantes.

Sil.. disse...

Pra dizer a verdade, eu ando é com medo do mundo.
Ondeeeeeeee vai, vamos parar?
Só Deus, meu anjo!!

Um abração meu.

óóóó: Ainda vou ter um bonsai rs!

"Liss" Six disse...

Isso me lembrou uma notícia que li ontem sobre a sopa de feto feita na china.
Particulamente, acho que nem mesmo indo pelo caminho correto não veremos a armadilha do lobo, mais cedo ou mais tarde. Mas é claro, os problemas do mundo estão nas nossas questões pessoais.
Precisamos de pessoas com carater, familias concretas, fibra, menos moda e mais modos! De mais sonhos e muito menos tecnologia, de mais amor, e muito menos promiscuidade. Eu penso assim!

Um abraço

Eraldo Paulino disse...

Na calamidade em que está a vida, só mesmo comentários, crônicas e outras manifestações de indignação em relação a tanta coisa absurda que acontece pra acharmos algo que nos acalente, afinal, se ainda temos a capacidade de nos indignarmos com coisas absurdas, é porque a chama que arde vida e amor dentro de cada um de nós ainda pode ser um ótimo motivo pra continuarmos acreditando e lutando pra que as coisas melhorem.

Abraço, meu caro. Bela crônica!

singularidade ímpar disse...

acompanherei seu blog a partir de hoje,adorei as ultimas postagens.

umbeijo

Danny disse...

Lindo Blog

Adorei suas postagens
Estarei sempre por aqui a acompanhar..

Beijoss

>>Dani

Luna Sanchez disse...

Parece mesmo ser uma tarefa complicadíssima educar filhos atualmente...Acho que encontrar o ponto de equilíbrio entre prepará-los para o mundo e não fazer deles seres amedrontados é o grande desafio.

Beijos, dois.

ℓυηα

Ana Cecília Moura disse...

Tive uma profa. que considerava os contos de fada verdadeiras histórias de terror, com direito até à necrofilia (príncipe da Branca de Neve). rsrsrs
Lembrei da "Canção para Jade", do Toquinho. Se não conhecer, busque. É lin-da. Foi feita para sua filha.
Abçs.

Thaty castan disse...

O munda está mesmo de cabeça para baixo...
Os valores mudaram demais, e as pessoas mudaram junto.
Na vontade de evoluir, voltamos a tempos remotos onde tais barbaridades eram comuns...

O que fizemos com nosso mundo??? me questiono...


Kisses
Thaty
Pedaços do Cotidiano

Cultura Fortaleza disse...

Realmente devemos nos perguntar se existe mesmo este herói sem resto que nos salvará de nossas mazelas existências. Infelizmente o paradisíaco Estado Natural dos autores contratualistas não é só uma referência teórica para explicara formação da sociedade civil, este estado é o que a sociedade esta vivendo neste momento, “todos contra todos”. Onde vamos parar?

Cultura Fortaleza disse...

Realmente devemos nos perguntar se existe mesmo este herói sem resto que nos salvará de nossas mazelas existências. Infelizmente o paradisíaco Estado Natural dos autores contratualistas não é só uma referência teórica para explicara formação da sociedade civil, este estado é o que a sociedade esta vivendo neste momento, “todos contra todos”. Onde vamos parar?

Simplesmente eu... disse...

Uma reflexão muito real (infelizmente).
Faz realmente pensar o mundo em que vivemos e com que lobos e montros nos deparamos diariamente.

Beijão

Ela, Eu disse...

Muito bom seu blog e seus textos *-*

Adorei esse, me fez pensar mt, principalmente pela parte que diz: "... hoje é mais fácil pintar o cabelo e usar um penteado moderno, do que refletir sobre nosso tempo."

totalmente verdade, infelizmente :(


estou seguindo, beijos =*

Déborah Simões disse...

esse texto é muito profundo e verdadeiro...
o mundo caminha para o caos, porque as pessoas estão se desncontrando em meio a tantos valores forjados...

adorei...
bjok

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Interessante essa coisa do Lobo.

Fico pensando nele e vejo uma sombra se materializar na floresta, caminhando ereta. Mas aqui na minha cabeça, ele assume tantas formas, que fica até difícil de te explicar. rs

Te beijo
Te recordo

Show de Bola disse...

Muito bacana seu texto... reflexivo! Infelizmente nos dias de hoje o certo tá ficando errado... e as pessoas de bem é que têm "pagado o pato!" Boa noite e até mais...

Helen Loja de Doces disse...

As palavras "lobo e sociedade" me fazem lembrar eternamente do livro "O lobo da Estepe" que eu adoro! adorei as escritas, otimas mesmo.
Um beijo e bom dia de sol :*