quinta-feira, 17 de junho de 2010

Esquecido


Você precisa saber que fiz uma proposta indecorosa para a Lua.
Pedi que ela me sintonizasse no seu coração
Que encontrasse uma frequência só nossa.

Pedi para o Sol me aquecer em teus pensamentos
Que queimasse e causasse câncer de pele
Nas incertezas que estiradas se deitam em meu caminho

Pedi ao vento que ventilasse suas idéias
Que te refrescasse.
Que por alguns míseros segundos...
Fosse minha mão em teus cabelos.

Pedi ao tempo que ele fosse nosso amigo
Que ele abreviasse essa falta que sinto de você
Que ele ao menos, nos desse o final feliz
Que ocorre de tempos em tempos

Pedi ao desconhecido uma carta marcada
Para marcar uma opção certa
Nessas incertezas tão cotidianas
Pedi a resolução do insondável

E o mar?
Só tem o mar da distância....
Só ele Há.

Mandei e-mail para tudo e para todos...
Fiz memorandos, pleiteando uma resposta sobrenatural
Fiz cartas e as entreguei ao acaso

Fiz muito mais...

Eu tentei aprisionar o vento...
Mas ele fugiu de mim... Não pude tocar-te pelo breve segundo

A lua se apressou a dormir... E acordado fiquei sem sintonia alguma!

O sol nasceu ligeiro e nem aqueceu meu coração. Quanto menos o teu...

E o tempo, já havia me esquecido na pressa da Lua e na ligeireza do Sol...

Acabei por chorar e contribui com o mar - serenas lágrimas minhas.
Esse mar só me acrescenta o [ MARasmo] que se há.

Por fim...

O desconhecido permanece como tal
E dos e-mails nenhuma resposta obtive
Nem dos teus meu amor...

Permaneço assim...
Ignorado e abandonado

Esquecido...


8 comentários:

Guí disse...

E as cartas ao acaso?

...Talvez esteja esquecido porque quem pensa em voce nao sabe quem voce é... ^^

Texto muito bom... Beijinhos

Teresa Cristina disse...

Opa!Tudo joia?Esquecido nos e-mails, mas lembrando no blog!Adorei o texto!Bom final de semana!

BOMBA H disse...

às vezes esqueço de mim.

Vanessa Souza Moraes disse...

O desejo é da ordem do obscuro.

Crônicas do Cotidiano disse...

Disse tudo Gui...
Bjkss

Crônicas do Cotidiano disse...

Agradeço a lembrança Teresa...
Bom find para você também!
Bjkss

Crônicas do Cotidiano disse...

Acho que acabamos por nos esquecer sempre Bomba H!
Abraço

Crônicas do Cotidiano disse...

Sempre serena e profunda... De fato essas ordens enigmáticas sempre definem rumos!
Bjkss